Exemplos não faltam, e para bom político, um pingo…

É, um pingo é letra, principalmente, no meio político, porque pode salvar o governo ou a carreira política.
Primeiro exemplo foi no início do governo Lula, onde, montado um mensalão, o (primeiro) ministro da Casa Civil – José Dirceu – envolvido até o pescoço, o perdeu para que a governabilidade do Lula pudesse acontecer, e assim aconteceu.
Repete-se, novamente, no governo Dilma, diga-se de passagem, de novo PT (não sou anti PT, pois, a filosofia em que o partido foi fundado é uma das mais bem estruturadas, mas na prática, deturpam), e o novo (primeiro) ministro da Casa Civil – Antônio Palocci – a quem podemos denominar um MIerDAS (deveria estar na equipe econômica, pois, multiplicaria as finanças do Brasil por 20, e isto em 4 anos), está envolvido em um escândalo sem (?) ou com precedentes. Vai perder a cabeça no governo (http://noticias.bol.uol.com.br/brasil/2011/06/07/dilma-ja-acertou-demissao-com-palocci.jhtm) para que não haja desgaste político para a Dilma.
São dois exemplos que poderiam ter sido utilizados…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: