Em quem acreditar? Após quase 2 anos… NADA!

Gléber, sei que é um nome forte para a política de João Monlevade, mas, diferente de muitos brasileiros, não sou de esquecer, portanto, posto abaixo algo acontecido há quase dois anos, e quero lhe pedir que: FAÇA ALGO PELA BR381, URGENTE. Sem “embrometions” de político. Não estou falando de política, mas de VIDAS HUMANAS.

http://glebernaime.blogspot.com/2009/05/agenda-positiva-em-brasilia-sobre-381.html
Agenda positiva em Brasília sobre a 381
quarta-feira, 20 de maio de 2009

As duas reuniões ocorridas ontem em Brasília, com o presidente em exercício José Alencar e com o Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento foram muito promissoras. Presentes lideranças majoritariamente do Médio Piracicaba, Caeté e Nova União. Participou também o Ministro Hélio Costa na agenda com o Ministro do transporte. Ficou claro:
1. O governo Lula vai fazer a obra de duplicação (grifo meu)
2. A obra está no PAC (grifo meu)
3. O dinheiro está reservado para primeira etapa (grifo meu)
4. Melhorias serão feitas de imediato – sinalização, barreiras eletrônicas (grifo meu)
5. Será negociado um modelo híbrido – concessão e DNIT (grifo meu)

Manter a mobilização é fundamental. Sinto que todos estão empenhados na solução mais adequada – a que for mais rápida e melhor para atender a demanda das regiões cortadas pela BR.

Postado por Gleber Naime Marcadores: Médio Piracicaba às 12:29

2 comentários:

Juninho da Cemig disse…

Prezado Gléber, sua participação nesta luta é algo que poderá render muito mais frutos do que encontros com ministros, etc, etc, etc… Você conhece a realidade desta Br e tem muito mais capacidade de sensibilizar nosso Presidente. É isto que falta, porque só prestígio político não será o suficiente, pois, se fosse, com Alexandre Silveira que esteve inclusive à frente do DNIT este assunto já teria sido resolvido. Vamos lá companheiro, eu creio nos seus ideais e em sua capacidade de articulação e principalmente de sensibilização! Muitas famílias já te agradecem desde então!!! Juninho da Cemig
20 de maio de 2009 19:39
Marcelinho disse…

Gleber,
nós moradores às margens da BR 381 – trecho BH a GV – gostaríamos de algumas respostas do que “ficou claro”, pois, para nós está bem claro que 2010 é ANO ELEITORAL e não será ano eleitoreiro. Vamos levantar uma campanha contra qualquer político que fizer da desgraça alheia por causa da BR 381 seu palanque político, inclusive o atual presidente e sua possível sucessora, a Dilma.
Irei postar em outros blogs, de toda a região da BR 381, este comentário com seu post, por isto, peço-lhe fineza a publicação dele, na íntegra, em seu blog, pois, considero você uma pessoa íntegra, e já votei em você.
Pergunto-lhe:
1) Você disse que “O governo Lula vai fazer a obra de duplicação”. Quando irá iniciar as obras? O governo lula termina no dia 31 de dezembro de 2010. No ano 2010, ano eleitoral, obras não são permitidas, então…
2) Você disse que “A obra está no PAC”. Então subentende que é a proposta do DNIT, e não como a Dilma quer, a da ANTT, com a cobrança de pedágio antes do início das obras. Também está subentendido que é a obra completa, toda.
3) Você disse que “O dinheiro está reservado para primeira etapa”. Mas, espera aí. No item anterior você disse que a obra está no PAC?!
Então, vamos lá. O que é primeira etapa, segunda etapa, etc.
4) Você disse que “Melhorias serão feitas de imediato – sinalização, barreiras eletrônicas”. Você, como antigo morador e ex-vereador de Monlevade, aliás, MINHA terra Natal, você utilizou desta rodovia assassina, e deve ter presenciado inúmeras carnificinas provocadas por ela. Sim, por ela. Traçado antigo e arcaico, que leva qualquer motorista à um índice de estresse quase insuportável, basta uma pesquisa para saber o índice de dor de cabeça e musculares ao trafegar no referido trecho. Utilizando das palavras do ex-Presidente Collor, tínhamos “carroças”, hoje temos veículos com tecnologia de ponta, para serem utilizados em uma rodovia totalmente ULTRAPASSADA, ARCAICA MESMO. Então, a imprudência de um motorista estressado é revelada em um acidente, mas o governo sempre tenta jogar a culpa no motorista. Vamos enumerar e/ou pesquisar todas as verdadeiras causas, de maneira dinâmica e intrínseca. Colocar radares somente me faz pensar que é o início do financiamento da duplicação. Não resolve o problema. Quantos radares neste trecho? Quantos PRF para operá-los, diuturnamente? Então, a fiscalização de veículos ficará prejudicada, pois, de certa forma haverá um desvio de função para se cobrir tempo e espaço.
5) Você disse que “Será negociado um modelo híbrido – concessão e DNIT”. Nisto eu já acredito, já que os radares começarão a financiar a duplicação, ou pelo menos a “primeira etapa” (?).
Desculpa se por algum motivo fui irônico, mas, somente isto, recebemos desde há muito.
Continuarei visitando, diariamente, seu blog (muito bom), mas estarei sempre cobrando para o social.
Obs.: Sou um dos criadores e fundadores do SEVOR – Serviço Voluntário de Resgate – e se você e demais políticos quiserem conhecer o porquê da criação do SEVOR, posso postar a verdadeira história.
Abraços.
Marcelo
20 de maio de 2009 22:00

http://glebernaime.blogspot.com/2009/05/duplicacao-da-381-e-obra-do-pac.html
A Duplicação da 381 é obra do PAC
quinta-feira, 21 de maio de 2009

Marcelo, do SEVOR, comentou post deste blog sobre agenda em Brasília acerca da 381.
Obrigado.
Concordo com ele: A tragédia da 381 não pode ser politizada.
Quando eu era vereador, o ex-governador Azeredo visitou a região, anunciou a duplicação, distribui até folder com o traçado. Não havia nem projeto!
O que digo é o seguinte:
1. O pré-projeto está pronto e pago de todo o trecho BH a Valadares.
2. As licenças ambientais estão aprovadas.
3. O trecho Norte da 381 está incluído no PAC, escrito e distribuído no Caderno PAC Minas pelo governo, junto às demais obras.
4. Dos mais de 2bi em que vai ficar esta obra, mais de 300mi já constam para seu início, pelo que foi anunciado em audiência pelo Ministro
5. O Ministro dos Transportes está fechando agora no DNIT a licitação dos últimos trechos do Projeto de Engenharia.
6. Há muita gente do governo sensibilizada para os problemas advindos do modelo seco de concessões para um trecho de tamanha sinuosidade e custo.
7. Como foram feitas melhorias, a pista ganhou mais volume e velocidade, o que tem aumentado o número de acidentes, a maioria fatais. Por isso o Movimento Duplicação Já solicitou ao Ministro de imediato: mais policiamento, fiscalização de cargas (horário, peso), barreiras eletrônicas (as que já existem e estão desligadas): Ele respondeu que vai agir de imediato nestas questões.
*Obras podem ser realizadas a qualquer tempo. Se não houvesse essa mudança de modelo para a duplicação, a obra já estaria começando até o final do ano. Agora, infelizmente não tem mais tempo. Pelo que entendo e acredito, terminadas as licitações e os projetos executivos, elas podem se iniciar até o meio do próximo ano.
De qqer forma, a mobilização da sociedade e das lideranças de todos os níveis é fundamental para garantir que tudo realmente aconteça de acordo com o interesse público.

Postado por Gleber Naime Marcadores: Médio Piracicaba às 08:40

0 comentários:

Observem as datas dos post e dos comentários.
Na reunião ocorrida na AMEPI, estive presente, e fui o primeiro a fazer uma pergunta: Onde está o cronograma das obras? Pelo que sei e entendo, até mesmo um simples ante-projeto deve constar no cronograma.
Resposta: Não há!
Conclui-se, então, ou estamos brincando de gato e rato, ou alguém está zombando das vidas humanas dilaceradas e perdidas nesta BR.
Já comecei a enviar emails. E o primeiro foi para a nossa Presidenta e para o Jornal Nacional.
Pretendo enviar imagens da guerra travada na BR 381 para o NYTime, ONU, Financial Times, Washington Post,
e demais jornais e redes de televisão do mundo.
Alguém lá fora vai sensibilizar, já que os daqui, nem…
Obs.: Grifos meus. São para pensarmos, se no governo Lula ia duplicar, mas não duplicou, e agora no governo Dilma?

Anúncios

Uma resposta to “Em quem acreditar? Após quase 2 anos… NADA!”

  1. J. M. Monteiro Says:

    Que a BR 381 é um terror não há dúvida. Igualmente é explícito que o
    governo federal nada faz para melhorá-la apesar de tantos acidentes.
    Entretanto, e praticamente ninguém fala disto, a simples duplicação da
    mesma não resolverá nada. Pelo contrário, a 381 transformar-se-á em
    um gigantesco papa-defuntos eis que, mais que as suas péssimas condi-
    ções, o pior de tudo é a atitude inconsequente, irrresponsável de moto-
    ristas que fazem loucuras em sua extensão. Se a mesma já é tão ruim
    mesmo assim há pessoas que fazem ultrapassagens, e.g., assustadoras.
    Apenas e tão-somente duplicá-la, sem uma punição severa dos maus
    condutores, simplesmente agravará a já tão péssima situação.
    Explicando melhor, na Europa há rodovias localizadas em precipícios
    de arrepiar, bem acima do mar e, no entanto, o nível de acidentes lá
    é muito mais baixo em relação ao Brasil.
    Duplicação? Sim!!! Direção com responsabilidade? Mais importante ainda
    ou então teremos uma rodovia que fará os filmes de terror parecerem
    contos da carochinha.
    “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Mas a verdade……
    bem, a verdade às vezes incomoda tanto………..

    condutores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: